Patronimias – Questões da clínica lacaniana das psicoses

capa-frente_patronimias Marcel Czermak

SUMÁRIO

Apresentação
Prefácio

  1. A serviço do mestre
  2. Delinquência
  3. Atualidade e limites da paranoia
  4. Transexualismo – Elementos de reflexão
  5. O transexualismo – Pequena clínica portátil para uso do psiquiatra contemporâneo
  6. Como não ficar deprimido? Uma perícia de transexual
  7. O real é sem representação, mesmo que tenha representantes – O caso Amanda
  8. Sintoma, acting-out e passagem ao ato
  9. Amnésias de identidade ou sobre a recusa do Nome-do-Pai
  10. Como devo chamá-lo? Notas sobre a patronimia na psicose
  11. A propósito de um caso de amnésia de identidade que parecia contradizer a teoria psicanalítica
  12. Oralidade e psicose (Marcel Czermak e Denise Sainte-Fare Garnot)
  13. Observações breves e inéditas sobre a melancolia
  14. Observações sobre situações de desespecificação pulsional em sua relação com as funções na psicose (Marcel Czermak, Stéphanie Hergott e Jean-Jacques Tyszler)
  15. Voz sem palavras e palavras sem voz
  16. A transferência nas psicoses –Os psicóticos resistem mal à transferência
  17. “Estão arlequinando Minha mentalidade” – Sobre o caráter irresistível e traumático da transferência nas psicoses
  18. Um laço conjugal bem-sucedido – uma psicose uniana, o puro s’amblant
  19. O homem das palavras impostas
  20. Uma psicose sem interpretações (Marcel Czermak e Cyril Veken)
  21. O desconcertante da prática
  22. De onde falamos?

Anexo 1 – O passeio do objeto
Anexo 2 – Entrevista de J. Lacan com Gerard Lumeroy
Anexo 3 – Entrevista com P. D.

Print Friendly, PDF & Email